O Brasil é um país de empreendedores corajosos e destemidos, se não fosse assim a situação seria ainda pior, pois as dificuldades enfrentadas são muitas, “jogo de cintura” é o que mais temos.
Mas o amadorismo leva muitas empresas à falência e isso não ocorre somente com os pequenos! Com os pequenos é mais fácil constatar e até mesmo de corrigir.
Veja um exemplo clássico: Empresário que mistura o dinheiro pessoal com o da empresa, consequência: Não conhece o verdadeiro resultado do seu negócio.
Não conhecer os reais números de um negócio é reflexo de uma gestão amadora, por menor que seja a empresa, é preciso ter o registro, o acompanhamento e o histórico dos dados.
E para ter estas informações é preciso organização e disciplina, mas nem sempre é dedicado tempo necessário para estes registros e a desorganização se estabelece.
Mas é possível crescer no amadorismo? Vai ser bem mais difícil e desgastante, isso podemos afirmar.
Existem soluções disponíveis em todas as áreas para ajudar os empresários a se desenvolverem e deixarem o amadorismo de lado, como por exemplo a terceirização de algumas operações como o marketing, contabilidade, recursos humanos, jurídico e o financeiro. Aqui na Di Valore somos especialistas em terceirização das operações financeiras, BPO financeiro.
Se quiser saber mais fale conosco, temos uma equipe altamente qualificada para atendê-los.